Alemanha quer reduzir jornada de trabalho para 28 horas semanais

Uma das maiores potenciais mundiais, a Alemanha, tem na pauta do maior sindicato alemão a redução da jornada de trabalho para 28 horas semanais. A iniciativa prevê as horas...

Uma das maiores potenciais mundiais, a Alemanha, tem na pauta do maior sindicato alemão a redução da jornada de trabalho para 28 horas semanais. A iniciativa prevê as horas distribuídas em cinco dias da semana e sem redução de salários. Lideranças do Sindicato IG Metall apontam que redução do tempo trabalhado daria mais tempo para os trabalhadores permanecerem com suas famílias. A entidade sindical representa 3,9 milhões de trabalhadores entre eles das gigantes, Daimler, Bosch, Porsche, Audi e BMW. Dados mostram uma economia crescente de 2,2% ao ano, uma inflação anual de 1,7% e desemprego 3,6%. Lá os trabalhadores reivindicam aumento salarial de 6%. A patronal oferece 2% mais um bônus de 200 Euros ( R$ 780, quase o valor do salário mínimo brasileiro).

Conquistas de lutas do IG Metall

1954 – Bônus de Natal

1956 – Licença médica

1959 – Jornada de trabalho de 5 dias na semana

1962 – Férias pagas e 14º salário

1965 – Jornada de 40 horas semanais

1995 – Jornada de 35 horas semanais

Categorias
Sindicato

Relacionado por

Watch Dragon ball super